3º Passeio Ciclístico Contra a Corrupção

A corrupção é um mal que corrói a dignidade do cidadão de bem, deteriora o convívio social, arrasa os serviços públicos e privados, fere os princípios da democracia e ainda pode comprometer a vida das gerações futuras. Com o intuito de semear esperança nesta realidade, cerca de 400 ciclistas percorreram as ruas de Aracaju, na noite desta sexta-feira, 09, no 3ª Passeio Ciclístico Contra a Corrupção, promovido pela Controladoria Geral do Estado (CGE) e Controladoria Geral da União (CGU/SE).

Neste ano, a terceira edição do evento faz parte das ações da 1ª Conferência sobre Transparência e Controle Social (Consocial) em Sergipe e também acontece em comemoração ao Dia Internacional contra a Corrupção, celebrado em 9 de dezembro. Com bastante ânimo, esforço e consciência cidadã, os ciclistas deram a largada do mirante da ‘13 de Julho’, passaram por diversas ruas da capital sergipana e desembarcaram na Passarela do Caranguejo, na Orla de Atalaia.

A banda jovem Azzuis’ agitou os participantes durante todo o percurso, promovendo com muita música a luta pelo combate à corrupção e o estímulo à transparência pública.

De acordo com o secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado (CGE), Adinelson Alves, o evento serve para conscientizar os cidadãos sobre a importância de prevenir e combater a corrupção que causa tantos males ao país.

“Este Passeio foi um dia de comemoração, para que possamos refletir sobre o problema da corrupção que afeta não só os governos municipal, estadual e federal, mas acima de tudo prejudica o desenvolvimento do nosso Estado e do nosso país. Neste sentido, a CGE está mobilizando prefeitos para a realização da 1ª Conferência sobre Transparência e Controle Social, como forma de envolver os gestores públicos e toda a sociedade, para juntos criarem mecanismos de combate à corrupção e o devido controle social da Gestão Pública”, afirma o secretário.

Adinelson lembrou ainda que a sociedade pode acessar o site da CGE, www.cge.se.gov.br, e fazer a sua denúncia de situações que envolvam desvio de recursos na Administração Pública.“”A CGE tem o compromisso com o cidadão, preservando sua identidade, e reafirmando o compromisso do Governo de Sergipe em fazer a apuração, garantir o devido processo legal do contraditório e da ampla defesa e comunicar os resultados ao Tribunal de Contas do Estado que tem o poder de julgar os gestores e também comunicar ao Ministério Público Estadual”, explica.


Cidadãos em festa

Para animar ainda mais a terceira edição do Passeio, o cantor Sena colocou os ciclistas e quem estava por perto para dançar o legítimo forró pé-de-serra em pleno estacionamento da Passarela do Caranguejo. Logo após a apresentação, a Orquestra Sanfônica levou um repertório com canções de artistas consagrados da música brasileira, além de agraciar o público com o Hino Nacional.

A delegada Danielle Garcia, do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública, esteve no evento e afirma que ações como o Passeio Ciclístico reforçam ainda mais o poder que a sociedade tem no destino do país, e na garantia de que a Administração Pública respeite os princípios da democracia.

“Não poderia deixar de participar de uma ação como esta que garciadaniele_600 representa um momento importante no nosso país, onde mostra que todo mundo, a sociedade, os órgãos de controle estão reunidos para o combate à corrupção. É bom que todos saibam que estamos de olhos abertos e unidos neste propósito de combater a corrupção ferrenhamente com todas as armas que temos à disposição”, garante a delegada.

Dando continuidade à grande‘festa’da democracia, foram sorteadas premio_600_1 duas bicicletas, cedidas pelo Banco do Estado de Sergipe (Banese), dentre os inscritos no hotsite do Passeio. A dona de casa, Tarcila Queiroz da Silva, e o estudante Filipe Araújo Oliveira, de apenas 7 anos, foram os felizardos da noite.

“Acredito que é extremamente importante que todo mundo esteja unido para evitar essa onda de casos de corrupção que a gente vê quase todos os dias. Quando vi o anúncio deste Passeio, não perdi tempo. Fiz minha inscrição e no final de tudo ganhei uma bicicleta. Estou muito satisfeita com este 3º tarcila_600 Passeio”, declara Tarcila.

O chefe da Controladoria Geral da União em Sergipe (CGU/SE), Manoel Marciape, acredita que a sociedade está começando a compreender a mensagem do Dia Internacional contra a corrupção. “Na verdade este dia reflete o próprio desejo da população de ver a transparência, de ver a cidadania respeitada, de ver uma gestão proba, honesta e que usa o recurso público dentro da lei. Então, este é um momento feliz. Com certeza, é um evento a ser copiado em outros estados”, avalia Marciape.