4º Passeio Ciclístico Contra a Corrupção

O domingo da capital sergipana, 09 de dezembro, acordou com os bons ventos de um Brasil mais transparente e sem corrupção. Com bastante música, disposição e consciência cidadã, cerca de mil ciclistas percorreram as ruas de Aracaju na quarta edição do Passeio Ciclístico Contra a Corrupção, promovido pela Controladoria Geral do Estado (CGE) e Controladoria Geral da União (CGU/SE).

A Praça Fausto Cardoso, no centro da cidade, foi o ponto de partida que levou homens e mulheres de todas as idades em um ato cívico-institucional pelo Dia Internacional Contra a Corrupção à Passarela do Caranguejo, reforçando ainda mais o controle da sociedade sobre os atos do governo e na prevenção da corrupção.

Segundo o secretário chefe da CGE, Adinelson Alves, neste 9 de dezembro, o Brasil esteve de braços dados com mais de 110 países na luta contra a corrupção, tendo a população de Sergipe saído às ruas de Aracaju para se somar à causa e demonstrar a força de cada cidadão nos destinos da sua cidade e de seu país.

"É por isso que a Controladoria Geral do Estado e a Controladoria da União estão aqui nesse 9 de dezembro reunindo e mobilizando a população contra a corrupção. Então hoje é um dia de festa, é uma festa da cidadania que tomou as ruas de Aracaju numa onda branca, a onda da paz, de um Sergipe e de um mundo sem corrupção, onde os recursos públicos sejam aplicados em saúde, educação, assistência social para erradicar a miséria absoluta em nosso país e efetivamente garantir a boa aplicação dos recursos públicos", afirma o secretário.

O chefe da Controladoria Geral da União regional Sergipe (CGU/SE), Manoel Marciape, acredita que Sergipe está dando um ótimo exemplo na busca da transparência nas ações públicas para um Brasil melhor. "A corrupção ainda é uma prática presente em todo o mundo. Na verdade, o que o Brasil está fazendo, agora, é trabalhar para dar um basta na corrupção através da participação social e da transparência dos atos públicos", avalia Marciape.


Segurança e conforto

Enquanto os ciclistas pedalavam contra a corrupção, acompanhados pela batida do DJ HC, equipes da SMTT, da Companhia de Policiamento de Trânsito (Cptran), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) e do Ciclopatrulhamento da Guarda Municipal de Aracaju garantiam a segurança em todo o percurso, contribuindo para mais uma edição do Passeio Ciclístico, sem quaisquer acidentes.

Na Passarela do Caranguejo, os ciclistas foram recebidos por uma estrutura de lazer, com cama elástica para a criançada e, para aliviar o calor, o Corpo de Bombeiros ofereceu um banho coletivo pela plataforma Magirus, adquirida pelo Governo de Sergipe. A banda do 28º Batalhão de Caçadores/Exército executou o Hino Nacional, ficando o restante da animação por conta das atrações musicais que tornaram o evento ainda mais especial.

O 4º Passeio Ciclístico Contra a Corrupção contou com o apoio da Petrobrás, do SESI/SE, do Sebrae, Senac, Correios, Secretaria de Estado da Cultura, Secretaria de Estado da Comunicação (Secom), Secretaria de Estado e do Esporte e Lazer (SEEL), Deso, 28º Batalhão de Caçadores, Emsetur, WG Produções, TV Sergipe, TV Aperipê, TV Atalaia, Jornal do Dia, SMTT, CPtran e SAMU.

O estudante Diego Caldas levantou cedo para participar do passeio e garante que não se arrependeu. "O evento foi muito bacana, pois além de manter uma rotina saudável, a gente coloca em dia o nosso papel cidadão de lutar contra o mal da corrupção. É a primeira vez que participo do passeio e, sem dúvida, estarei no próximo", promete Diego.

Com muito bom humor, Wellington Farias, o palhaço Ananias, marcou presença no passeio e deixou sua mensagem de estímulo ao controle dos recursos públicos e contra a corrupção. "Quando o corrupto se aproveita do nosso dinheiro, quem acaba sofrendo são as pessoas mais carentes. Tem muita gente que acha que o povo é palhaço e isso tem que acabar. Acho que esse passeio, de uma forma muito agradável, passou uma mensagem de força para todos nós", observa Wellington.